sábado, 10 de julho de 2010

Use-os ou perca-os!

Porque "malhar" os seus MAP (Músculos do assoalho pélvico)

Porque não? Será que devemos passar a nossa vida exercitando quase todos os músculos do corpo menos eles?

Se trata de uma abordagem inovadora, sem dúvida, mas  além de necessária  é indispensável.

Hoje temos relatos, inúmeros estudos e pesquisas que revelam a importância e influência dessa musculatura na nossa saúde e bem estar, vide o post assoalho pélvico ilustre desconhecido.

Em várias oportunidades comentei com meus alunos na faculdade de fisioterapia que estranho bastante o fato de, apesar de nossa cultura ser altamente erotizada -  comerciais de televisão ou outdoors vendem produtos relacionando-os a sexo, desde perfume, fósforo e até pasta de dente! - a maioria das pessoas não se sentem muito à vontade ao abordar a região pélvica.         

O que pode representar um grande problema quando algo na área pélvica não vai bem.

Várias mulheres sofrem caladas na meia idade, chegando a se isolar socialmente,  devido a  incontinência urinária, quando muitas vezes a solução é simples e rápida. Sem falar das repercussões a nível sexual.

O mesmo acontece no pós parto.

Recuperar-se do esgotamento físico que é o parto natural  já é bastante, sem a apreensão adicional do estresse que é pensar em como sua região pélvica, especialmente o períneo foi alterado.

Partos repetidos podem fazer com que você sinta a vagina sem elasticidade e meio larga.

Ao se encher de coragem de expô-la ao fazer amor,  você não percebe a relação do jeito que costumava ser. A sensação não é a mesma. É frustrante e  você pode acabar preferindo fazer algo mais gratificante como fazer compras, comer e até dormir!

Esta é a hora que os exercícios dos MAP tem seu valor e alcançam seu maior significado.

Realizados durante toda a gravidez eles incrementam a circulação sanguínea em seus MAP, que incluem os músculos da vagina e demais músculos pélvicos, mantendo-os tonificados e prontos para ajudar a expulsar o bebê.

Uma vez que você tenha dado a luz, volte a exercitá-los assim que seu(ua) médico(a) a libere. O profissional de fisioterapia com quem você trabalhou durante a gestação irá orientá-la nessa fase.

As contrações regulares irão revigorar os músculos que foram estirados, ajudando-os a retornar ao seu tamanho normal e recuperar seu tônus, assim como ajudam a prevenir futuros problemas de incontinência urinária (perda involuntária de urina) e prolapso (conhecido como queda de bexiga).

Essas dificuldades podem exercer uma forte pressão no relacionamento do casal à medida que os filhos crescem.

Os casais precisam encontrar meios de apimentar sua vida sexual, manter o entusiasmo e os níveis de desejo por seu (ua) parceiro (a) e imbuir a relação física com uma nova sensação de vigor.

Se você mantiver sua rotina diária de exercícios dos MAP fará aumentar os níveis de prazer em ambos os parceiros.

Isso não é ótimo?

Outro ponto é que muitas atletas do sexo feminino apresentam problemas de incontinência. Faz sentido, já que exercitam quase todos os músculos do corpo, menos os MAP, na sua rotina de treinos.

Por último mas não menos importante, é que no período da peri  menopausa e na própria menopausa, a mulher tende a apresentar, devido às alterações hormonais típicas dessa fase, alteração do tonus muscular que podem, por sua vez, causar desconforto e desinteresse na relação sexual, incontinência urinária e ou prolapso de orgãos pélvicos (bexiga, útero).

A atividade sexual é um componente intrínseco da vida do casal, aliás, do ser humano,  logo é  fundamental mantê-la bem.

Artigos científicos que tenho lido recentemente, afirmam que mulheres na peri menopausa, e na menopausa são verdadeiramente auxiliadas por esses exercícios, já que eles ajudam a manter a elasticidade e lubrificação da vagina.

Resumindo, os MAP tem uma relação íntima com o Core e o transverso do abdomem, então são essenciais para a postura, equilíbrio, controle da incontinência (urinária, fecal e de gases), prevenção de dor lombar e para o reforço da função sexual.

Creio que citei razões suficientes para motivá-la a trabalhar seus MAP.

Criei uma série de exercícios para treinar os Map. Se trata de atividades em grupo realizadas semanalmente, com duração de 60 minutos e orientações para  a realização de alguns deles, diariamente em  casa. Compõem-se de movimentos associados à integralidade (globalidade) direcionados ao controle dos MAP QUE BENEFICIAM A FORÇA DO CORE E DO ASSOALHO PÉLVICO.

6 comentários:

Ana Barbara disse...

Maravilhoso artigo! Sei da importância dos MAP como fisioterapeuta, bailarina e agora como mãe.Estou vivenciando as mudanças ocorridas no pós-parto, mesmo tendo sido submetida a uma cesariana.Não vou perdê-los...Por tanto, execícios já!

Patricia Italo Mentges disse...

Que bom que gostou e que o artigo possa ser útil, afinal é esse mesmo o objetivo desse Blog.
Os resultsdos vêm depressa.
Não sei se você já viu O Post Assoalho Pélvico ilustre desconhecido do dia 11 de abril.
Lá tem mais detalhes e complementa as informações.
É verdade querida, exercícios já!

aucione.r.s disse...

Esou fazendo fisio. p/ melhorar esta parte do meu corpo estou me sentindo muito bem com o tratamento,fico feliz em saber q. alguem se preocupa em ajudar outras pessoas. aucione.r.s. BH.MGerais

Patricia Italo Mentges disse...

Me emociono cada vez que fico sabendo do poder transformador da fisioterapia Aucione!
Com certeza o maior motivo é desejo de ajudar e quando isso acontece é magico.
Sucesso e muitas felicidades para voce!

Aucione.R.S disse...

Gostaria de compartilhar minha experiencia com outras mulheres da minha idade,(57)quando iniciei os exercícios, tinha vergonha da minha fisioterapeuta,hoje já estou no final e já posso dizer,procure o seu medico,oriente-se se for preciso faça, o retorno e excelente.

Patricia Italo Mentges disse...

Oi Aucione acho muito importante e oportuno voce querer compartilhar a sua experiência. Muitas mulheres sofrem caladas.
Se souberem que há uma solução posível tudo pode mudar.
Caso voce ache possível entre em contato comigo pelo facebook e poderemos combinar de fazer um post sobre isso.
Bjs e tudo de bom para voce.