sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Entorse crônico de tornozelo - Reabilitação Funcional


Treinamento de equilíbrio reduz chance de nova entorse no tornozelo.

Cerca de 20.000 entorses de tornozelo ocorrem diariamente no Brasil, e por volta da metade exige algum tipo de tratamento médico e fisioterápico, constituindo importante preocupação em saúde pública ,  devido aos  gastos e afastamento do posto de trabalho.
Você está nessa lista? Já torceu o seu tornozelo?
E pergunto mais: teve reincidência, ou seja, torceu novamente e se sente inseguro(a) em relação a isso?

Se sua resposta é positiva, com certeza você não fez um tratamento eficaz ou não deu continuidade aos cuidados necessários nesses casos.

As pesquisas mostram que os atletas têm o dobro de
probabilidade de torcer novamente o tornozelo em um ano. De acordo com um estudo do British Medical Journal, os atletas com entorse de tornozelo que recebem treinamento proprioceptivo adicional depois dos "cuidados usuais" apresentam 35% menos probabilidade de sofrer uma recaída durante o próximo ano. Mais de 500 atletas na Holanda foram aleatoriamente designados para tratamento usual (250 no grupo controle) e no outro grupo (os outros 250), o cuidado usual mais oito semanas de exercícios sobre prancha de equilíbrio. Os exercícios de tornozelo foram realizados três vezes por semana, 30 minutos por sessão, como parte do aquecimento usual antes das atividades esportivas. O programa aumentou progressivamente em dificuldade.

Os autores concluíram que o programa de treinamento de oito semanas de equilíbrio beneficiaria não só os atletas como a população em geral, após uma entorse de tornozelo. Os resultados deste estudo foram semelhantes aos encontrados em um estudo de 2004 onde os jogadores de vôlei na Holanda reduziram significativamente o risco de uma nova lesão após um programa de treinamento de equilíbrio. Outro estudo sobre jogadores de futebol americano colegial com uma história de entorse de tornozelo reduziram seu risco de novas lesões em 77% com treinamento de equilíbrio. Um sistema de treinamento progressivo de propriocepção através de equilíbrio, incluindo faixas ou bandas elásticas e superfícies instáveis entre outros, pode ajudar a reduzir a reincidência de entorse de tornozelo.

A eficácia da reabilitação funcional na instabilidade crônica do tornozelo.

Como já foi dito, tem sido relatado que 70% dos atletas que sofreram uma entorse de tornozelo, podem voltar a se lesionar. Isto leva a uma instabilidade crônica do tornozelo ou "instabilidade funcional" do tornozelo.
A reabilitação de entorse de tornozelo crônica, necessariamente terá que incluir exercícios funcionais, incluindo atividades de dinâmica de cadeia fechada.(Movimentar-se ou equilibrar-se com os pés em contato com a superfície, por exemplo).

Pesquisadores da Universidade de Toledo realizaram uma revisão sistemática das intervenções através de exercícios funcionais para verificar a sua eficácia. Eles identificaram seis estudos que atenderam os critérios para a revisão, incluindo quatro que utilizaram pranchas de equilíbrio e fortalecimento através de resistência elástica. Os pesquisadores concluíram que a reabilitação funcional melhora o equilíbrio dinâmico e a função auto-relatada em pacientes portadores de entorse de tornozelo. Os programas de exercícios a partir dos estudos revisados geralmente duram de 4 a 6 semanas e foram realizados 3-5 vezes por semana. Finalmente, eles apontaram que o treinamento sobre pranchas ou discos de equilíbrio utilizado em programas de reabilitação é "suportado pela literatura", por isso, devem ser um componente padrão do programa de reabilitação da instabilidade crônica de tornozelo.

Conclusão: Não só os desportistas estão sujeitos a sofrerem entorse de tornozelo, então é muito importante que todos nós, de forma preventiva, trabalhemos o nosso equilíbrio como indicado no post Equilíbrio e bem estar. Afinal... "prevenir é melhor do que remediar" não é?

Referência Webster KA, Gribble PA. Functional rehabilitation interventions for chronic ankle instability: a systematic review. J Sport Rehabil. 2010 Feb;19(1):98-114.

Aproveito para perguntar : você já teve recidiva de entorse de tornozelo? Ou seja, torceu o mesmo tornozelo mais de uma vez? Participe da enquete para nos ajudar a ter uma idéia mais abrangente sobre a entorse.   Espero por voces!!!

2 comentários:

Ágape Pilates disse...

Oi, gostei do blog, vou te seguir!! Parabéns! Abraços!

Patricia Italo Mentges disse...

Olá! É muito bom compartilhar!
Muito obrigada!
Ao desenvolvermos parcerias podemos crescer.
Até breve!
Abraços!