terça-feira, 30 de agosto de 2011

Escoliose e ... muito mais do que um curso.

Esse fim de semana foi maravilhoso!

Ensinar é uma das atividades que mais amo. Todas as vezes que leciono algo mágico acontece.

Mas nesses dias aconteceu algo a mais. 

Contamos com participações para lá de especiais: Claudia Franco Neto, Julia Barroso, do Blog "A menina da coluna torta" ,  Elaine Barcelos, do post Escoliose e um final feliz,  Luana Lobo da Formiguinha Chic e os demais participantes, todos essenciais ao sucesso do encontro, mas que sob pena de deixar o texto muito longo não estão denominados.

Com elas aprendemos sobre o valor da amizade, as consequências de não ter tido a chance de conhecer a fisioterapia, as de ter, e como isso influenciou sua convivência com a escoliose, além de perceber que coffee breaks podem ser muito mais especiais do que se imagina... E constatei que, cada vez que almejo ensinar,  sou eu a pessoa que mais aprende.

A todos os participantes minha imensa gratidão!

Entendemos também que temos um compromisso: o de divulgar a escoliose. Quanto mais conhecida, menos temida ela ficará e menos preconceito a cercará.

A informação tem o poder de abrir as mentes e os corações para uma realidade ainda dura no Brasil, a da falta de estrutura para o atendimento apropriado às pessoas portadoras de escoliose. 

Esse encontro foi especial porque nele plantamos uma semente.

É, como meu marido diz : quando pensamos em uma rosa, apesar de seu cabo um pouco torto e com espinhos, o que nos vem a mente é a flor, que desabrochada, nos presenteia com seu perfume e sua cor...


Nenhum comentário: